JESUS É BOM!!!

JESUS É BOM!!!
Família - Milagre de Deus

NA LUTA CONTRA O PECADO

NA LUTA CONTRA O PECADO
Por AMOR ao PECADOR ARREPENDIDO...

IBNV SOBRADINHO

IBNV SOBRADINHO
Nossa IGREJA...

NÃO SE ACANHE, COMENTE!!!

NÃO SE ACANHE, COMENTE!!!
Respondo em BREVE...

APOSTASIA

João Paulo II beijando o Alcorão

“Porque, se pecarmos voluntariamente, depois de termos recebido o conhecimento da verdade, já não resta mais sacrifício pelos pecados,
Mas uma certa expectação horrível de juízo, e ardor de fogo, que há de devorar os adversários.
Quebrantando alguém a lei de Moisés, morre sem misericórdia, só pela palavra de duas ou três testemunhas.
De quanto maior castigo cuidais vós será julgado merecedor aquele que pisar o Filho de Deus, e tiver por profano o sangue da aliança com que foi santificado, e fizer agravo ao Espírito da graça?
Porque bem conhecemos aquele que disse: Minha é a vingança, eu darei a recompensa, diz o Senhor. E outra vez: O Senhor julgará o seu povo.
Horrenda coisa é cair nas mãos do Deus vivo.”
Hebreus 10:26-31


O Dicionário Aurélio define APOSTASIA como: "Abandono de crença, partido ou opinião." De fato apostasia é exatamente isto "abandonar", ou mais especificamente no texto bíblico, apostasia é o abandono livre, espontâneo e voluntário da fé em Jesus Cristo.
Este texto de Hebreus é um dos avisos mais objetivos sobre APOSTASIA, deixando claro que não haverá outro sacrifício para uma segunda redenção dos pecados, ou seja, ao livremente abandonar a Jesus Cristo o apóstata despreza o Sangue da Aliança eterna e viram as costas ao Espírito de Deus, escarnecendo com sua atitude o sacrifício da cruz do calvário, que antes o redimia de seus pecados.
Não há segunda chance para o apóstata, Jesus não morrerá segunda vez por ele, não haverá segundo plano de salvação ou redenção para aquele que abandonou a fé e cometeu o "pecado imperdoável", que é a blasfêmia contra o Espírito Santo. Para estes, haverá apenas a expectativa de "horrível juízo" e "ardor de fogo que há de devorar os adversários".
Duas situações são colocadas pelo autor de Hebreus (não menciona aqui o perdão e o arrependimento) onde uma é daquele que peca segundo a lei mosaica, que já é réu de morte pelo simples testemunho de duas ou três pessoas (Deuteronômio 17:2-6), e outra é daquele que "pisar o Filho de Deus, e tiver por profano o sangue da aliança (...) e fizer agravo ao Espírito da graça". A este que castigo será merecedor?
É importante diferenciarmos apostasia (abandono completo) do afastamento (momentâneo) de Deus, pois encontramos pessoas que deixaram a fé por muitos e variados motivos, se afastando de Deus, cometendo pecados e vivendo no mundo servindo a outro senhor. A estes, Deus reserva Seu perdão quando houver arrependimento e confissão dos pecados. Ainda há tempo para crer.
Não cabe a nós, Cristãos, julgar se alguém é réu deste ou aquele pecado. Não nos cabe avaliar se alguém cometeu ou não o "pecado imperdoável" porque Deus disse: "Minha é a vingança, eu darei a recompensa." E ainda: "O Senhor julgará o seu povo". Portanto nos resta apenas interceder pelas almas que se possa salvar e pregar o evangelho da salvação pelo Sangue de Jesus, falar de Seu maravilhoso amor e da novidade de vida, mostrando que todos os pecados já foram pagos pelo preço do Seu Sangue derramado na cruz.
E alertar a todos sobre o perigo de virar as costas para Jesus depois de conhecer e aceitar Seu plano de salvação. Afinal, "horrenda coisa é cair nas mãos do Deus vivo...”.


Em Cristo, SEMPRE.


Matheus

0 comentários: